NOTA DE REPÚDIO

SEGUNDA-FEIRA, 08 DE JULHO DE 2013NOTA DE REPÚDIO

 

A UNIÃO DAS ENTIDADES DE CLASSE REPRESENTATIVAS DA POLÍCIA E BOMBEIROS MILITAR DO AMAZONAS, diante das declarações veiculadas na imprensa e na tribuna da Assembléia Legislativa do Amazonas – ALEAM, no dia 5 de julho de 2013, pelo Deputado Estadual, Senhor Marcelo Ramos (PSB, onde tece acusações grosseiras e indecorosas contra o Excelentíssimo Coronel QOPM Almir David Barbosa, nosso Comandante-Geral da Polícia Militar a respeito das decisões da PMAM sobre o comportamento incompatível do ex-policial militar Platiny Soares Lopes, para com nossa Corporação e toda sua tropa, esclarecemos a sociedade amazonense que a exclusão do mencionado policial das fileiras da PMAM foi calcada exclusivamente sobre investigações realizadas pelos instrumentos de controle, obedecendo o princípio do devido processo legal administrativo dos setores competentes da Polícia Militar, que concluiu que o ex-militar desrespeitou conscientemente com sua conduta intempestiva o regulamento interno e norteador da vida profissional de todos os profissionais militares.
O Deputado Marcelo Ramos, tomando para sí a defesa do ex-militar vem refutando a soberana decisão do Comando, se excedendo em suas declarações, fazendo acusações destituídas de veracidade, pois o atual Comandante-Geral da PMAM não necessita e não se submete a qualquer sugestão seja ela de qualquer natureza que não seja baseada na legislação policial militar. Quando toma decisões como esta, é justamente por ser profundo conhecedor de suas responsabilidades no cotidiano da Polícia Militar, a qual serve há quase trinta anos ininterruptos e por isso mesmo, conta com o aval de oficiais, praças, servidores civis e as entidades de classe, para administrar a PMAM, resguardando a disciplina, a hierarquia, o dever e a obediência às leis militares.
É lamentável se verificar que o digno Deputado não tenha tomado conhecimento ou não valorizou propositadamente a posição do Comando sobre a conclusão e tomada de decisão da administração militar, já bastante difundida na mídia local uma vez que, vem a público comprometer a imagem do Coronel Almir David, alardeando ofensas e inverdades, quando há tanto o que se fazer e aprovar em plenário a favor do povo amazonense.
Assim sendo, a decisão do Comando está tomada, o ex-militar infringiu medidas disciplinares, bem como o código de conduta policial militar, por isso não serve para a PMAM, os demais que o acompanharam, foram induzidos, daí receberam punições menos severas, sem contudo não estarem livres das investigações ainda em andamento e que definirão em breve o futuro destes dentro da PMAM.
Nos solidarizamos em defesa da dignidade do Coronel Almir David, que não se prostra a perseguições a seus subordinados, e sim está comprometido com a justiça e denodo para manter a honra e a ordem da sesquicentenária Polícia Militar em prol da sociedade amazonense.

Manaus, 8 de julho de 2013.

Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiros Militares do Amazonas
Associação dos Sub Tenentes e Sargentos da PMAM e CBMAM
Associação dos Cabos e Soldados da PMAM e CBMAM
Associação dos Policiais e Bombeiros Militares da Reserva
Associação das Esposas dos Policiais e Bombeiros Militares do Amazonasdownload

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s