A VERDADE SEMPRE APARECE

SEXTA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2013maciel-marceloA verdade sobre a exoneração do Sd PM Platiny Soares Lopes e da prisão do Sd PM Thiago Santos Pinheiro, publicadas no Boletim Geral Ostensivo PM/AM nº 123, de 02.jul.2013, terça-feira, foi esclarecida pelo Presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (CSP/ALEAM), Deputado Cabo Maciel (PR). Próximo das eleições para Vereadores, no pleito eleitoral de 2012, o candidato a vereador Cel. PM Audo liderou um movimento de Alunos Soldados PM, da Turma de 2011, que reclamavam da demora de suas nomeações, fato que já havia sido resolvido junto à Casa Civil do Governo do Amazonas pelo Presidente da CSP/ALEAM, Deputado Cabo Maciel, que se pronunciou na Tribuna da ALEAM sobre o assunto no dia anterior. Ao chegar a ALEAM os alunos soldados informaram que ali estavam atendendo a convite disseminado via SMS, Facebook e outros sites de relacionamento, orientados a procurados a procurar o deputado Marcelo Ramos, que trataria sobre a situação de pagamento dos referidos alunos. Na oportunidade, diretores da Associação de Cabos e Soldados da PM/BM-AM que se faziam presentes a ALEAM informaram aos alunos soldados que a situação deles já havia sido encaminhada junto a Casa Civil do Governo do Estado, ao que eles responderam “que não estavam ali para falar com os diretores da ACSPMBM, mas com o deputado Marcelo Ramos”, permanecendo os alunos soldados inflexíveis e solicitavam um posicionamento da ALEAM sobre o assunto. Diante do impasse, o Presidente da CSP/ALEAM prontificou-se a acompanhar uma comissão de Alunos Soldados PM até a Casa Civil do Governo do Amazonas, momento em que também o acompanhou o Deputado Chico Preto e, na Casa Civil, tudo foi confirmado aos Alunos, inclusive sendo enfatizado pelo Chefe da Casa Civil que o Deputado Cabo Maciel, por reiteradas vezes, dirigiu-se à sede do Governo para tratar do referido assunto, até ser consolidada a solução do aludido problema, pondo-se a termo a referida questão. Posteriormente, o Presidente da CSP/ALEAM, Deputado Cabo Maciel, ficou surpreso com a instauração de Processo Administrativo Disciplinar e Inquérito Policial Militar para apurar acusações levianas contra a honra pessoal e a imagem do Excelentíssimo Senhor Governador do Estado, processos nos quais foram indiciados os Sds PM Thiago e Platini, entre outros, esclarecendo-se que, em nenhum momento, o Deputado Republicano interveio na tramitação dos processos, mesmo porque, na Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública, todos os atos são regidos pelo rigor do princípio da imparcialidade a que se subordinam todos os atos administrativos. Nos referidos Processos, o Presidente da CSP/ALEAM, desde sua instauração, disponibilizou a Dra. Elcinete Cardoso – Advogada, OAB/AM – Nº 6946 para atuar na defesa dos direitos de todos os acusados, acompanhando o processo até sua solução final. No entanto, o Sd PM Platini, desde o primeiro momento, se recusou a ser ajudado juridicamente, afirmando em seu perfil de rede social que sairia como herói, restando, desta forma, a permanência da mencionada advogada na defesa somente dos  demais acusados. Ressalte-se ainda, por oportuno, que no processo administrativo disciplinar, tanto o Presidente da CSP/AM, Deputado Cabo Maciel, como o Deputado Marcelo Ramos, foram citados e intimados a deporem na qualidade de testemunhas de defesa. No entanto, mesmo tendo sido intimado por mais de uma vez para designar data, hora e local para depor na qualidade de testemunha privilegiada, o Deputado Marcelo Ramos deixou de comparecer, tendo comparecido apenas o Deputado Cabo Maciel, que foi ouvido em ambos os Processos, falando em defesa de todos nos seus depoimentos, inclusive na defesa dos Sds PM Thiago e Platini, não influindo, em nenhum momento, na decisão final de ambos processos (administrativo e judicial), mesmo porque, na via judicial a ação penal ainda não foi julgada. Relembra ainda o presidente da CSP/ALEAM, Deputado Cabo Maciel, que defender direitos é diferente de usar a influência, como levianamente tenta insinuar o Deputado Marcelo Ramos, que com astúcia, pela experiência política que tem, tenta  influenciar alguns Policiais Militares a agirem contrariamente à disciplina e à hierarquia Policial Militar, tentando fazer desses Policiais Militares massa de manobra, quando eles, na verdade, por esta ação inconsequente de alguém que não conhece o rigor da disciplina militar, tornam-se vítimas, findando prejudicados como acusados em diversos processos administrativos, entregues  à mercê da própria sorte. Na data atual, no referido Boletim Geral 123/2013, o Sd PM Platini foi sancionado com exclusão dos quadros da PM/AM e o Sd PM Thiago foi punido com 15 (quinze) dias de prisão, sendo determinado pela Chefe da Casa Militar da ALEAM a imediata apresentação do Sd PM Thiago para cumprimento a referida reprimenda administrativa.

FONTE BLOG DA FLORESTA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s