ALEAM vai apurar caso de ‘cerceamento do pronunciamento’ do deputado Cabo Maciel em Manacapuru

QUINTA-FEIRA, 14 DE MARÇO DE 2013

O cerceamento do Coronel PM Lúcio contra o presidente da Comissão de Segurança Pública na aula inauguração do Ronda do Bairro ocorrido na Câmara Municipal de Manacapuru.

Por Blog da Floresta.P1380763 A 3ª vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas deputada Conceição Sampaio (PP), como presidente interina da mesa diretora, acaba de anunciar, em sessão de tempo, que a Assembleia vai tomar providencias sobre o caso envolvendo o deputado Cabo Marciel (PR), ocorrido dia 12 de março na cidade de Manacapuru. Cabo Maciel, que é presidente da Comissão de Segurança Pública, recebeu a “ordem” militar para não se pronunciar no lançamento do programa Ronda Nos Bairros naquela cidade. Ele conseguiu a palavra depois uma discussão acalorada. A determinação para o cerceamento do direito de pronunciamento, partiu do Coronel PM Lúcio diretor do campo do ensino III do Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública do Estado. “Não podemos aceitar essa situação a Assembleia vai tomar as devidas providencias. O parlamentar está a serviço do povo e tem seus direitos constitucionais garantidos”, anunciou Conceição Sampaio.///Hudson Lima

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s