Cabo Maciel pede Batalhão de Polícia para Humaitá

SEXTA-FEIRA, 22 DE JUNHO DE 2012

Pela quinta vez o Deputado Cabo Maciel retorna a Humaitá para ouvir a população e encaminhar suas demandas junto aos órgãos governamentais.

Dep. Cabo Maciel na tribuna da ALEAM
 
Após visitar o município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), o deputado estadual Cabo Maciel (PR) vai solicitar ao Governo do Estado, por meio de indicação, a construção de um Batalhão de Polícia e aumento do efetivo, a exemplo do que ocorre com os municípios de Itacoatiara, Manacapuru e Tefé. “A gente sabe que o município de Humaitá tem rota do tráfico. E a ponte está quase pronta. Sabe-se que atrás do progresso é preciso trabalhar a estrutura de Segurança, por causa do acesso de assaltantes e traficantes de Porto Velho (RO), a 200 quilômetros do município”, disse ele, ao assegurar que a estrutura hoje existente é pequena para a imensidão de problemas existentes. Segundo Cabo Maciel, a polícia do município toma conta de mais cinco municípios da região e por isso, é necessária maior estrutura para acompanhar o progresso. Ele agradeceu o empenho dos alunos da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), pela receptividade na reunião e debates ocorridos, mas fez questão de elogiar a melhoria no sistema penitenciário. Ele, que esteve no presídio do município pela quarta vez, devido às denúncias constantes, constatou que a estrutura do sistema no município melhorou muito, pela forma como vinham sofrendo pela falta de guarita, principalmente. “Já existe ação do governo para dar mobilidade e visibilidade para a guarda externa”, disse ele, agradecendo e citando o nome do chefe da Casa Civil, Raul Zaidan, e do Governo do Estado, pela nomeação de carcereiros para serviços da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus). “A guarda externa, que num discurso passado não tinha banheiro e muito menos acesso para fazer a guarda, segurança do sistema prisional. Eles precisavam de estrutura para tirar 12 horas de serviço, banheiro e alojamento”, afirmou o parlamentar, que cobrou do governo a liberação dos recursos para a construção das quatro guaritas para dar visibilidade para policiais.“Vi a apreensão, em uma revista, de chips de celular e muita cachaça, que jogam de fora para dentro do presídio”, disse ele, ressaltando o trabalho da 4ª Companhia de Humaitá.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s